sábado, 1 de junho de 2013

Está um pouco estranho...

      Abençoados sejam!!

  Faz um tempo que não passo por aqui para escrever alguma coisa. O tempo e as situações que se apresentam sempre me "afastam" dos meus blogs, mas cá estou eu aqui.
   Bem, eu tenho um capítulo de um livro do Claudiney Pietro (Ritos de Passagem) que escaneei porque queria compartilhar com vocês.
   Certo, estamos em uma época em que o Homo é normal e quem não é, é obrigado a aceitar a situação. Não digo com isso que sou contra ou a favor, porque minha vida não muda em nada com isso.
   Apenas achei curioso e questionável a criação de um deus na Bruxaria para os homossexuais. Estranhei, porque se assim é, então qualquer pessoa pode criar um deus. Eu, que sou apaixonada por Beethoven e Freddy Krueger, também posso criar deuses deles e sair por aí cultuando?
    Existem coisas que os Gardnerianos defendem que eu não concordo (o esquema de só prestar se for descendente de Gardner), mas vamos pensar:
    A Wicca, em partícula continuar, tem suas regras e seus fundamentos. Se um homossexual quer ser Wiccano, então deve se adaptar às regras da religião que escolheu. Se é complicado demais se envolver com o sexo oposto, então acredito que esse não é o caminho dele.
    Não quero ser de modo algum taxativa ou racista, mas acontece que ficar por aí criando deuses que se adaptem às nossas necessidades faz com que a Wicca e a Bruxaria acabem perdendo o sentido, porque qualquer um vai inventar um deus que lhe agrada. Se for assim, então para quê existir a religião? É como se um grupo de homossexuais criasse um novo santo que defenda a homossexualidade na Igreja Católica.
   A sociedade pode estar mais "liberal" e coisa e tal, mas pelo menos o respeito às religiões deveria continuar.
   Já li textos que falam sobre estudos que comprovam que existe homossexualismo na natureza, que os animais não se juntam apenas para reprodução. Mas isso não justifica a criação de deuses homossexuais por causa de um grupo de "bruxos" que não conseguem se relacionar com o sexo oposto porque não quer, na parte religiosa.
   Quando se fala em energia, deve-se trabalhar com os opostos. Dia-Noite, Sol-Lua, Claro-Escuro... e por aí vai. Me digam, que EQUILÍBRIO pode haver se todos forem para o mesmo lado? É como uma balança: se houver peso em só um dos lados, o desequilíbrio é inevitável, mas me parece que esse pessoal não entendeu...
   E o Grande Rito, não o simbólico, mas o real (para quem pratica), como fica? Como é que vão canalizar a energia se houver 2 Sacerdotisas ou 2 Sacerdotes? Isto é uma coisa que eu queria entender, mas confesso que, por mais argumentos que existam, ainda não vou compreender...
   Sendo assim, vou deixar o capítulo que fala sobre isso, para vocês lerem e tirarem suas próprias conclusões.
    Abraços e que a Luz da Lua nos ilumine sempre )O(,
 
 
 
 
 
 


 

 
 
 
 


Um comentário:

  1. Pára tudo D: Choquei!!

    Concordo com vc quanto ao fato de qlqr um poder seguir os preceitos independente de sua opção sexual, na verdade não vejo mal algum em homossexuais participarem de nenhuma religião, desde que 'eles' não queiram alterar algo tão usual naquela doutrina.

    Gente! Os preceitos wiccas são tão claros, aliás uma coisa que me atrai muito na wicca é o fato de relacionar a união entre um deus e uma deusa com a energia vital de tudo. Concordo que se a pessoa não se sente bem, então que se retire, já dizia o ditado não é mesmo?

    Não tenho problema algum com homossexuais, mas essa mania de achar q tudo e todos tem de aceitá-los e se adaptar às suas vontades é um absurdo. Cada um faz o que bem entende, da mesma forma q eles tem o direito de opinar sobre o que lhes vem a mente eu, hétero, também posso. Não há crime na liberdade de expressão, mas até isso tem sido sufocado por essa onda homossexual.

    Não deviam ter criado nenhum deus, não é praticamente um lema dizer que todos os deuses são o deus e todas as deusas a deusa? Então não há necessidade alguma de mais um deus, para que? para no final o adorador dele simplesmente terminar adorando o deus inicial de tudo?

    É, uma coisa é se adaptar as mudanças ou completamente diferente é fugir daquilo que é pregado.

    Sem mais... Bom final de semana!

    ResponderExcluir

Registre aqui sua passagem e que a luz da Lua nos ilumine sempre!
)O( Morghana Riona )O(