quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Lembranças pagãs

      Abençoados sejam!!


Hoje resolvi escrever um pouco sobre os alunos que passaram por mim.

Provavelmente, o fato de nenhum deles ter concluído alguma coisa seja culpa minha. Culpa por dizer que o Caminho não é tão fácil, culpa por avisar que a magia não ocorria como no Harry Potter (seria legal até), culpa por dizer que antes de fazer qualquer coisa a pessoa deve se conhecer. Se for isso, então eu sou mesmo culpada.

O ser humano é muito complicado de entender. Que raça que gosta de complicar quando pode facilitar!

Com certeza, se a Bruxaria resolvesse tudo em um estalar de dedos tudo estaria bem e não haveria nada com que se preocupar e também não teria por que evoluir...

Talvez, em minha ignorância, a Bruxaria seja uma ferramenta que irá nos ajudar a evoluir. Ela nos ensina tanta coisa que podemos aplicar em nosso cotidiano, mas quem estuda ou diz que estuda Bruxaria não está nem aí para isso. É muita hipocrisia alguém se dizer Bruxo se nem ao menos conhece seus temores e defeitos, escondendo-os tanto da sociedade quanto de si mesmo.

Ah sim! Há também aqueles que estudam apenas pelo poder (como se isso o tornasse melhor do os outros). Às vezes, a pessoa nem se identifica ou sente alguma coisa com relação à Bruxaria, mas estuda tudo o que pode (sem entender a metade) porque quer se iniciar o quanto antes para jogar na cara dos outros que é Bruxo ou Bruxa, como se isso fosse um status tipo um carro importado, um monte de dinheiro, essas coisas.


E quando o assunto é o amor? As criaturas insistem em pedir feitiços e outras coisas para afastar fulano de beltrano, mas onde fica o raio do livre arbítrio? Por que querer algo que não lhe pertence? Será que realmente aquela pessoa é seu par ou é somente mais uma conquista? Por que não pedir à Deusa e ao Deus, que lhes conceda alguém que seja bom para si? Por que causar a dor e a separação nos outros? Acaso não será capaz de conquistar alguém que não esteja comprometido? E, finalizando, para que gastar dinheiro e correr o mundo procurando algum Bruxo que faça maldade a uma pessoa? Existe a lei da ação e reação, mas as pessoas não querem ver isso. É preciso lembrar que, muitas vezes, ao fazer o bem à pessoa que se quer mal, nós acabamos sendo beneficiados. Por que não desejar que a pessoa que está no cargo que queremos ganhe um cargo melhor deixando o cargo vago? Tudo é tão simples, mas os aspirantes a Bruxo, Bruxa, não querem ver isso.

As pessoas que estudavam na época, tinham pressa e queriam resultados imediatos, mas não é assim que a banda toca e nunca vai ser. Para chegar em algum lugar é preciso perseverança, força de vontade, respeito e responsabilidade. Sendo assim, chego à conclusão de que todos esses que foram embora não tinham nenhuma dessas características...

É uma pena, pois dali poderia ter saído Bruxos e Bruxas muito bons, mas se não foi assim que aconteceu só a Grande Deusa para saber. De qualquer forma desejo muita saúde e paz aos alunos do passado e, que de alguma forma, eles tenham encontrado o seu caminho no presente.


        Por hoje era só. Abraços e que a luz da Lua nos ilumine sempre.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Registre aqui sua passagem e que a luz da Lua nos ilumine sempre!
)O( Morghana Riona )O(